É a hora da ação global para o desenvolvimento sustentável, afirma o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon

Campanha da ONU busca engajamento durante momentos decisivos para o desenvolvimento que acontecerão em 2015. Nas redes sociais já é possível acompanhar por meio da hashtag #action2015.

Você também pode participar da campanha 2015: Hora da Ação Global.

Vote nas suas prioridades para a próxima agenda de desenvolvimento da ONU, por meio da plataforma MY World.

Utilize a hashtag #action2015 quando estiver falando de assuntos relacionado com desenvolvimento sustentável, agenda pós-2015, ODM, ODS, mudança do clima, erradicação da pobreza e das desigualdades. 

22 Janeiro 2015

do PNUD

Lançando uma nova campanha, chamada 2015: Hora da Ação Global (2015: Time for Global Action, em inglês), o secretário-geral das Nações Unidas Ban Ki-moon, disse que os líderes mundiais têm uma oportunidade histórica este ano para realizar importantes transformações nas áreas econômica, ambiental e social. Essas ações terão um impacto positivo e significativo na vida das pessoas, além de garantir a paz e a estabilidade.

A nova campanha visa mobilizar apoio global para a ação em uma gama de questões que afetam a vida das pessoas, incluindo o aceleramento para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), a definição da nova e ambiciosa agenda que irá promover o desenvolvimento sustentável, o estabelecimento de novos fluxos de financiamento para a sustentabilidade e o alcance de um acordo sobre o clima.

Falando para os Estados-Membros das Nações Unidas, Ban Ki-moon descreveu as suas prioridades para 2015 e apresentou o seu relatório-síntese, O caminho para a Dignidade até 2030: acabando com a pobreza, transformando todas as vidas e protegendo o Planeta

"Estamos em uma encruzilhada histórica, e a direção que tomarmos irá determinar se vamos ter sucesso ou falhar no cumprimento de nossas promessas", disse Ban Ki-moon no seu relatório. "Com a nossa economia globalizada e tecnologia sofisticada, podemos decidir acabar com as mazelas seculares da pobreza extrema e da fome. Ou podemos continuar a degradar o nosso planeta e permitir que desigualdades intoleráveis semeiem amargura e desespero. A nossa ambição é alcançar o desenvolvimento sustentável para todos."

A administradora do PNUD, Helen Clark, disse: "Nós temos uma responsabilidade compartilhada para entregar uma agenda que reflete as esperanças e as aspirações dos povos do mundo. É necessária uma ação concertada para enfrentar os grandes desafios que o nosso mundo enfrenta. Parcerias amplas serão necessárias para o alcance do desenvolvimento sustentável."

O relatório do secretário-geral chama atenção para os acontecimentos que irão pautar as discussões dos tomadores de decisão durante este ano e, consequentemente, a campanha 2015: Hora da Ação Global.

Dentre os temas abordados no relatório há o fornecimento de orientação para os Estados-membros para acelerar o seu caminho em direção ao alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) até o final de 2015. Ao mesmo tempo, a nova agenda de desenvolvimento pós-2015, prevista para ser adotada em setembro, procurará reforçar o compromisso para alcançar todos os ODM bem como para abrir novos caminhos com metas sobre as desigualdades, o crescimento econômico, empregos decentes, energia, mudanças climáticas, consumo e produção sustentáveis, paz e justiça, entre outros.

Ban Ki-moon também sublinhou que os líderes têm a responsabilidade de agir para acabar com as ameaças globais de hoje, que vão além das fronteiras nacionais.

"Nós temos o know-how e os meios para enfrentar esses desafios, mas precisamos de uma liderança urgente e ação conjunta agora", disse ele. "Estes são desafios universais. Eles exigem novos níveis de ação multilateral, com base em evidências, valores compartilhados, princípios e prioridades para um destino comum."
 
Além do acordo sobre a agenda de desenvolvimento pós-2015, os países devem tomar medidas para reforçar o seu apoio para o desenvolvimento sustentável na Conferência Internacional sobre o Financiamento do Desenvolvimento, que será realizada em Adis Abeba, Etiópia, em julho. A Conferência deverá produzir novos mecanismos de financiamento para o desenvolvimento sustentável, em especial nos países menos desenvolvidos.

Em dezembro - durante a Conferência sobre Mudança Climática que será realizada em Paris - os Estados-membros terão a oportunidade de agir sobre os compromissos assumidos na Cúpula do Clima no ano passado, e adotar um novo acordo significativo e universal para reduzir as emissões de carbono. Este acordo será um passo importante para limitar o aumento da temperatura global a menos de dois graus Celsius e ajudar a construir comunidades resistentes ao clima.

Para fortalecer a mobilização em torno desses momentos-chave em 2015, a ONU e os seus parceiros estarão destacando eventos, relatórios e outras atividades relacionadas com o desenvolvimento sustentável por meio da campanha 2015: Hora da Ação Global. Pelas redes sociais já é possível acompanhar as primeiras ações da campanha por meio da hashtag  #action2015.

Assista ao primeiro vídeo da campanha: 


Desenvolvimento Sustentável - Redução da Pobreza - Meio Ambiente - Mídias sociais - Agenda Pós-2015 - ODS